Jogamos Seanchas

No último RPG na Biblioteca em Duque de Caxias, realizado dia 16/06/2018, organizado por nós da RPGWorld com parceria com a Lampião Game Studio e a Biblioteca Municipal Governador Leonel Brizola, experimentamos o lançamento da Lampião para o RPG Free Day Seanchas: Histórias não se repetem.

34145546_2131536233742281_7645029855460851712_n

Em um resumo, podemos dizer que Seanchas conta a história de uma comunidade através do tempo, partindo do presente e visitando os mitos de sua fundação, um retroalimentando o outro. Isso mesmo, você interpreta dois personagens, um no presente e outro na mitologia daquele povo, que é justamente construída durante a partida.

O sistema é simples e voltado para a construção colaborativa, cada personagem possui dois conceitos, um do presente e outro da criação de seu povo, ambos representados pela mesma ficha, que possui 4 atributos, relacionados às estações e seus significados. Ao criar a ficha, é sorteado (ou escolhido) 3 pontos, simbolizados por contas coloridas que são distribuídos pelos 4 atributos, podendo ficar Verão – 2, Primavera 1, Outono 0 e Inverno 0 ou qualquer outra Combinação.

Conforme as histórias são contadas, o Senchaí (O mestre) pode pedir alguns testes de atributo para o jogador conseguir realizar uma ação, dando uma dificuldade, por exemplo, para destruir uma barreira precisa de Inverno 2. O Jogador sorteia um saquinho de contas e puxa 4 aleatoriamente, retirando um sucesso para cada falha, que neste sistema é a oposição entre elementos, se a quantidade de sucessos superar a dificuldade, foi um sucesso total, se for empate, sucesso parcial, se for menor, falha.

No exemplo acima, dificuldade 2, um personagem com Inverno 1, Verão 1 e Primavera 1 sorteia 4 contas, sendo 2 Invernos, 1 Outono e 1 Primavera. A primavera elimina o Inverno, retando ao final, 1 Inverno Sorteado e 1 da ficha, ou seja, 2, igual a Dificuldade, o que resulta em um sucesso parcial ou condicional.

35439069_2140731989489372_8914787939536338944_n

Uma partida dura cerca de duas horas e pode ser encadeada com outras para formar uma mitologia, que inclusive pode ser levada para outros jogos, como criação de cenário!  O interessante do jogo é justamente você flertar com a criação de cenário, enquanto vive o mesmo, sendo ao mesmo tempo o elemento lendário e a criatura que venera aquele ser.

Na partida que jogamos, narrada pelo Jorge Valpaços – Um dos autores da obra – o tema era o Milho (Afinal, em plenas festas juninas, rs)  e contamos uma história sobre uma comunidade, que durante a um combate entre elementos da natureza, precisou fazer sacrifícios para afastar fome, criando assim um festival de honraria aos deuses! Os personagens eram Elementais, Deuses e Heróis no tempo antigo, vivendo a lenda e pessoas da comunidade no futuro, honrando a lenda com um novo festival!

Esperamos que tenham gostado da resenha e sugerimos adquirir o Seanchas! Experimentem e compartilhem conosco a sua experiência!

Um comentário sobre “Jogamos Seanchas

  1. Pingback: Mestramos Seanchas | RPGWorldsite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s